30 de dezembro de 2008

Arte da Investida

Em homenagem ao livro que acabo de ler de Sun Tzu: A Arte da Guerra, eu faço um texto aqui sobre a arte de investir em uma mulher, talvez capítulo 1, sei lá... rsrs eu tentei escrever seguindo a linhagem do grande mestre e achei muito legal a tentativa; a idéia é nos divertir mesmo. É muito assunto e o tema nos leva longe - páro de escrever aqui por cansaço mesmo; não sei se agradarei todos não... ui ui ui
______________________________


A Arte da Investida

Uljota diz: Se tu amas, de todo o teu coração, alguma mulher, age. O homem que não faz por onde dificilmente obtém o que deseja. Conheça-a antes de tudo. Espia seus movimentos, entra em seu pensamento, conhece seu gosto, seus amigos, suas simpatias. Não deixa escapar nada. Antes de agir é muito necessário saber como agir; a observação não pode ser confundida com apenas a contemplação, é antes de tudo teu guia.

Depois observa quem és. Tuas compatibilidades com ela, tuas afinidades e vês já se a "batalha" poderia ser ganha ou perdida. Muitas vezes a mulher é conquistada antes mesmo de se investir nela, antes mesmo de se mover uma palha em sua direção, ou qualquer rosa. Nota se és tu quem ela precisa. Não é bom fazer esforço extraordinário ou desnecessário, saiba avaliar bem isto. Se ela é muito diferente ou precisa mudar algumas coisas sérias para te agradar por completo esquece-a! Ela não merece sequer o esforço do vigia. Nem tu merece o valor que ela tem.

Quando agir, sede sério. Não sede nem de mais nem de menos; nem seco nem molhado. Tudo em excesso é ruim. Tudo em falta é penoso. Sede como o Sol que oferece seus raios para iluminar, mas não obriga ninguém a recebê-los. Não sedes nunca pesado; nem leve demais. Tenta ser como você seria depois de muito tempo junto a ela. Note a dificildade desta façanha! Saiba que ninguém que age assim é infeliz.

A arte de investir é muito complexa, e depende da arte de escutar, falar, ver e sentir. Estas coisas o homem bem sucedido deve conhecer bem. O homem que se conhecer bem sabe seus limites e deve saber conduzir todas as situações para que fique sempre distante deles. Nada pode ser constrangedor, forçado; tudo deve fluir natural.

O homem deve evitar, o máximo que possível, exageros. As quantidades são importantes. Nem demais, nem de menos. Não lhe fala muito, nem pouco. Não lhe olha muito, nem pouco. Mas faz tudo isto com intenção. A mulher não pode deixar de saber a verdade. Não mintas pra ela. Senão com boca, fala-lhe com as mãos, com os pés, com os olhos e com as atitudes, mostra gratidão pela presença tão estimada de semelhante criatura, mas procura dosar bem isto: uma dose pode ser a cura ou a fatalidade.

Não exagere em intensidade! Deixa a mulher absorver todo o teu encanto e dá-lhe tempo. Digo-te que as coisas que demoram a esquentar demoram a esfriar. Assim pensa quando quizeres a dama de teu sonho: o tempo que terás com ela pode ser proporcional ao tempo que durou conquista-la por completo. Aqui podes lembrar de que muitos homens sábios conquistam suas esposas diariamente, ou podes lembrar que namoros adolescentes duram o tanto quanto o desejo curioso. Também dá limites superiores ao tempo: a mulher que te faz esperar sem motivo aparente em geral não vale a sua espera.

Tudo depende do estado de espírito do homem. Avalia a tua maneira de pensar. Sede altivo, feliz, otimista, calmo. Cuide bem de teus preconceitos. Não os mostra! Luta contra eles. Não dá chances de seres ridicularizado. Não te ridicularizes, também. Avalia as diferenças de idades, de convívios, de sonhos e pensas isto antes de te aventurar em terreno desconhecido. Nada poderá te surpreender se tiveres pensado em tudo.

Agora pára e reflete no meu texto! Se tu decoras tudo isto para uma mulher certamente perdesse muito tempo com ela, já! Isto deves ter em tua mente e no coração e não direcionado a uma pessoa. Sede antes você mesmo do que ela. Já ouvistes alguém dizer: "Você pensa muito e age pouco", é verdade! Não te deixes cair neste mal. Tudo o que eu disse pode ser feito em questão de segundos usando a bússola de teu coração. Antes de encerrar, digo-te ainda duas coisas:

Não deixes teu coração solto. Não escuta tudo o que ele diz porque ele faz escolhas erradas, ele não avalia hora nem lugar, nem quantidade, nem qualidade. O homem carente precipíta-se a amar a primeira mulher que lhe dá carinho. O ciume é corrosão no coração, irracional e impertinente. Pensa bem e saberás avaliar o que no coração é útil, bom e verdadeiro.

Não deixes tua mente solta! Teu raciocínio pode complicar muito mais do que podes imaginar. Não ignores o poder da simplicidade nem a surpresa da sofisticação, um problema de dosagem. Se teu pensamento segue fixo inventa trabalho, diversão, ocupa tua mente. Ela livre pode se unir ao coração solto e podem juntas alimentar pensamentos pesados e obscuros. Evita tudo o que é ruim, o que te atrapalha, o que tormenta. Sede claro, límpido e transparente a tu mesmo.

3 comentários:

Dibartolomei disse...

Muito massa essa postagem,muito interessante mesmo!

Aline disse...

Tu faz isso?????

Anônimo disse...

Adoro esse texto..tu sabes disto...