24 de janeiro de 2008

Início de Ano e Resultados!


Era uma vez um samurai renegado e muito velho já, na verdade ele estava cansado de tanta guerra e de tanta aflição. Ele resolve, então, (porque não?) ensinar mecânica estatística. Guardou sua espada escondida e manteve lá para que ninguém suspeitasse de suas reais intenções, mandou todo mundo se deliciar com suas provas maravilhosas e depois de muito tempo esquecido na história o samurai resolve desenferrujar sua lâmina fatal e passa a espada em sua turma de alunos.

Dizem que se fosse juntado todos os pedaços que ele retalhou seria possível montar outra pessoa; neste momento é impossível não pensar na velha história famosa do doutor Frankenstein... Será que essa era sua real intenção? Será que ele deixou de fazer experiências de singularidades em papel e sobre a nata do leite para testar a constante de young de corpos humanos retalhados? (em ciência se deve testar todas as possibilidades e battousai deve ter imaginado que pessoas retalhadas não teriam a mesma constante que pessoas saudáveis) Será? Eu vi pessoalmente o quanto havia de vermelho em cada prova corrigida.

Bem que ele havia me avisado no dia que lhe visitei em sua sala: "Olha aqui! Um Dez! Que pode cair pra seis e meio ou sete, quem sabe?" Será que foi neste momento que ele resolveu: "perdeu playboy, vai pra final" ? Pois a nota que ele deu pela prova (cópia do gabarito) foi sete e meio. Minha média que seria 7,93 caiu para 6,32: lá se foi meu profissional impecável para o brejo (até parece que eu estava ligando para isto). Detalhe importante: o professor que tinha motivos para me colocar na final, porque eu estava com média 6,67, me passou e battousai que tinha uma disciplina que me empenhei bem e estudei direitinho fez isto...

Muito bem! Nunca havia acontecido este tipo de coisa comigo na universidade, mas agora que senti na pele estou me sentindo muito mais experiente no que diz respeito a isto.

4 comentários:

Tiago Souza Lima disse...

haiuahiauhiauhaiuha!!!

"perdeu playboy, vai pra final" foi Ó-T-E-M-A!!!! =DDD

mas é, grande Sobral..infelizmente os homens são feitos de carne e osso, enquanto professores universitários não são feitos, ele já existem..e se existem, não podem ser destruídos...portanto, das duas uma: ou conforme-se, a doce dor daqueles que são injustiçados e pense que podia (sempre pode!!!!) ser MUITOOOOO pior (como por exemplo, quem vai dar mec. estatística semestre que vem?!?!!), ou resolva tentar lutar com palavras o apelo dos aflitos..pode ser batalha perdida, mas ao menos expressarás tua (vã para o samurai) opinião...

É claro que vc sempre pode xingar o indíviduo no D.A. e se sentir um pouco mais conformado...eu sempre vou querer ouvir!!! haiauhiauhaiuhaiuahiah

abração!

**************************************** disse...

O que é isso, companheiro? hehehehe... Acho que posso te chamar de companheiro de fato, você sentiu na pele a lâmina da hipocrisia acadêmica! Faz tempo que meu psique encontra-se esfacelado em conseqüência dos longos 6 anos de blá, blá, blá pseudo-intelectual. Como estou com sono, não irei estender o que gostaria de continuar. hehehe... Pois agora sei dar valor a uma cama e uma noite de sono. Antes dormir, porque sei bem que não será uma noite de estudos que vai me proporcionar uma boa nota, e sim o posicionamento dos astros que regem a personalidade e o humor dos docentes.

Anônimo disse...

Eh meu caro Thiago o battousai eh um verdadeiro espadashin. Sua espada alcançou a todos nós. ueheuheuh
Estamos vivos ainda!

Paula Machado disse...

Isso aí, amigo!
A espada, ao ser forjada, leva muita martelada até ficar perfeita, cortando geral hehehehe
E sobre essas analogias com martelo, me lembrei de "prego que se destaca, leva martelada". Relaxa. A faculdade passa rápido e você ainda vai sentir saudade disso tudo...

grande beijo